Detalhes da articulação do Joelho

Escrito pelo Prof. Esp e MBA Danilo Luiz Fambrini

O joelho é a articulação encontrada na região medial dos membros inferiores e também considerada a mais complexa com relação á biomecanica, porém, em termos funcionais uma das mais simples (KARPANDJI, 2000).

Essa articulação é composta por três ossos: O fêmur, tíbia e a patela. Devido a sua assimetria entre a região medial e lateral e a face anterior da patela, ela gera rolamentos quando fazemos flexão e extensão do joelho (KISNER, 2005).

Complexa e com estrutura detalhada e uma maquina perfeita, a articulação do joelho é formada dentro da capsula sinovial pelas articulações tibiofemural medial, tibiofemural lateral e a patelofemural. A articulação tibiofemural tanto medial quanto lateral trabalha como uma dobradiça, com dois meniscos suportados por ligamentos e músculos. A estabilidade anteroposterior se da pelos ligamentos cruzados, os ligamentos colaterais medial (tibial) e lateral (femoral) ficam responsáveis pela estabilidade mediolateral. A patelofemural é composta pela patela dentro do tendão do quadríceps (HAMILL e KNUTZEN, 1999).

       Os movimentos permitidos nessa articulação são de extensão, flexão e rotação. A extensão e a flexão ocorrem pelo deslizamento da tibia no plano sagital anteriormente na extensão e posteriormente na flexão. A rotação é um movimento que só ocorre quando o joelho está flexionado, pois, com a extensão a musculatura estaria contraída impedindo o movimento (SMITH, 1997).

       Os meniscos medial e lateral são fibrocartilagens que tem como função garantir a harmonia das superfícies articulares e de amortecer pressão (KISNER, 2005). O ligamento colateral medial fica situado na parte interna do joelho e oferece resistência para movimentos em valgo (para dentro ou mediais), e tem função de suporte nos movimentos de rotação (HAMIL e KNUTZEN, 1999). Já o ligamento colateral lateral, fica situado como o nome já diz, na lateral do joelho e oferece resistência para movimentos em varo e adução da tibia. Ligamentos responsaveis pela harmonia entre tibia e fêmur, os ligamentos cruzados anterior e posterior (LCA e LCP respectivamente), limita o deslizamento da tibia, o LCA impedindo que ela faça movimentos anteriores e o  LCP que execute movimentos posteriores com relação ao fêmur ((KANPANDJI, 1987; SMITH, 1997; HAMILL e KNUTZEN, 1999).

       O joelho por estar localizado entre o quadril e o tornozelo sofre muita influência de desvios e desequilíbrios ocorridos nessas articulações e nos tecidos que o cercam.

Agora que já sabemos sobre a articulação do joelho, fiquem atentos, em breve falaremos sobre as disfunções e lesões no joelho.

Referência da imagem: Site belezain

Posição de Lotus e dores nos joelhos, entenda o motivo [Vídeo]

Ler a matéria