O método Pilates seria eficiente para o tratamento de Lombalgia?

Pilates

Sente aquele desconforto na região lombar, sabe que precisa fortalecer e não sabe quais atividades seriam interessantes? Será que o Pilates pode te ajudar? Confira!

       A dor lombar tem se tornado problema frequente na sociedade devido a modernidade. Decorrente de horas em pé ou horas sentado em posição que desrespeite a postura adequada, a lombalgia aparece como um dos maiores fatores que acabam limitando as atividades rotineiras temporariamente ou até definitivamente (WEINER et al., 2006).

      A região lombar tem a tarefa essencial de acomodar as cargas provenientes do peso corporal, da ação muscular e das forças aplicadas externamente, é necessário que seja rígida, extremamente fortalecida e flexível para desempenhar papel protetor (ALMEIDA et al., 2006).

      As dores lombares normalmente são ocasionadas pela má postura e podem ser desde leves incômodos até lesões osteoarticulares. Podendo serem divididas em agudas e crônicas, podem levar ao afastamento de atividades cotidianas mediante a seu incomodo elevado (PACCINI et al., 2007).

      Carvalho & Lima (2006), destacam que o fortalecimento da região abdominal reduziria a tensão aplicada na região lombar, podendo ser uma medida interessante como forma de prevenção e tratamento da lombalgia. Tendo em vista essa colocação, e sabendo que o método Pilates visa o fortalecimento da força de centro, autores investigaram os efeitos de tal método sobre a dor lombar.

      A ausência de fortalecimento e/ou fadiga muscular dos extensores espinhais podem ser fatores essenciais para o comprometimento do alinhamento e estabilidade da coluna, ocasionando desconforto lombar. O encurtamento dos músculos que cercam a coluna, quadril e região posterior de coxa também vem a ser fator desencadeante de sintomas dolorosos por acentuar a lordose lombar e ampliar a sobrecarga na coluna (BARROS et al., 2011).

      Silva e Mannrich (2009) analisaram os efeitos do método Pilates em diversas populações, como idosos, grávidas e pacientes com lombalgia. Encontraram resultados significativos e indicaram que esse método de treinamento é eficaz tanto na prevenção quanto na reabilitação nessas populações.

      Conceição e Megener (2012), analisaram os efeitos de 3 meses do método Pilates no controle das dores lombares de pacientes com lombalgia crônica. Os autores encontraram resultados significativos, onde o desconforto foi muito menor após o período de intervenção, sugerindo que o método aplicado por 3 meses é eficiente para permitir maior conforto desses pacientes.

      Os resultados positivos são relacionados ao grande fortalecimento de músculos lombares e abdominais preconizados pelo método. Existem controvérsias com relação ao tempo necessário para ter resultados interessantes com a pratica do Pilates. Antigamente se dizia que um tempo médio de 6 meses seriam apropriados, porém, no estudo de Conceição e Megener (2012) apenas 3 meses foram necessários, e ainda, Jago et al. (2006) dizem que apenas 4 semanas já são suficientes para notarmos resultados.

Referência da imagem: Fitness Corpus

Posição de Lotus e dores nos joelhos, entenda o motivo [Vídeo]

Ler a matéria

5 trabalhos científicos sobre Câncer e exercício físico para ler ou baixar, veja

Ler a matéria

Inscrições abertas para o 2° Simpósio Online de Preparação Física no Futebol, confira

Ler a matéria