A importância do treinamento funcional no Futebol

Fonte: blogdoaica

Fonte: blogdoaica

Desde o surgimento do futebol até os dias atuais muitos foram os métodos empregados na preparação de atletas de futebol com a finalidade de alcançarem o máximo do seu desenvolvimento e assim, conseguir grandes resultados. Os métodos utilizados passaram dos mais arcaicos até os mais modernos, das salas do campo para as academias e vice-versa.

Hoje trataremos da importância do treinamento funcional para o futebolista, um método que vem ganhando cada vez mais adeptos e preza pela especificidade do movimento, procurando levar o atleta o mais próximo de sua realidade.

O treinamento funcional não é capaz de condicionar e preparar adequadamente o futebolista para uma competição se for utilizado de forma isolada. O método tem uma importante função dentro de um programa de treinamento que visa a evolução global do atleta (SARGENTIM, 2013).

Os futebolistas necessitam de um combinado de estímulos que oferecem um equilíbrio entre as capacidades físicas necessárias para o alto desempenho. Tal objetivo é alcançado com cargas especificas e individualizadas de treinamento. O equilíbrio entre as capacidades motoras oferece uma boa condição para o atleta ter um bom desempenho físico, técnico, tático, podendo se destacar individualmente ou de forma coletiva (GATZ, 2009).

O treinamento funcional tem uma forte relação com o equilibrio músculo/articular do atleta, sua aplicação aprimora as cadeias musculares e traz benefícios no aproveitamento das cargas de treinamento, assim, permitindo um melhor desempenho e menor risco de lesões. Tal método de treinamento tem especialmente dois objetivos no treinamento de futebolistas, sendo a preparação do atleta para suportar as cargas de treinamento, trazer conforto para a execução das tarefas com o corpo fortalecido e equilibrado e reduzir a incidência de lesões musculares ou articulares, o que lhe permite uma sequência de partidas e o seu melhor aproveitamento nas competições (SARGENTIM e PORTELLA, 2007).

Com o passar dos anos uma nova tendência de exercícios visando o fortalecimento e a segurança do atleta. Vemos com frequência a aparição de novos exercícios e métodos com essa finalidade, mas as aplicáveis normalmente giram em torno de adaptações aos treinamentos em salas de academias e nos exercícios funcionais.

O treinamento funcional evolui com esses avanços nos métodos e surge como uma alternativa interessante com relação a treinamento específico. Com a finalidade de equilíbrio do atleta, traz sincronia para o corpo e visa primeiramente o fortalecimento articular e exercícios simples para facilitar a execução do atleta, aumento a sua complexidade de forma progressiva e segura (SARGENTIM, 2013).

Abaixo seguem dois modelos de Microciclos semanais com a utilização do treinamento funcional mencionados no livro: Futebol: Ciências aplicadas ao jogo e ao treinamento:

um jogo

dois jogos

 Confira também: O que é Core?

10 trabalhos científicos sobre Voleibol para ler ou baixar, veja

Ler a matéria

Ação muscular no exercício Inferior na paralela [Vídeo]

Ler a matéria

Os segredos da Preparação Física no Futebol com desconto exclusivo, confira

Ler a matéria