Exercícios físicos – entenda por que são tão importantes para corpo!

dicassobresaude

O site Ciência do Treinamento que sempre busca estimular o estudo de nossos leitores, abre espaço aos que gostariam de nos enviar trabalhos visando publicação no site. Na atual publicação, os créditos vão para Paulo Henrique da Costa Leite, confira abaixo:

 

Créditos: Paulo Henrique da Costa Leite

Praticar exercícios físicos é algo que nem todo mundo gosta de fazer, mas de uma forma geral, os médicos sempre recomendam a sua prática. Todo mundo sabe que há uma grande distância entre reconhecer a importância e praticá-los.

Assim, hoje vamos falar um pouco de atividades físicas que já são consideradas exercícios físicos e qual a real importância delas para nosso corpo. Logicamente, antes de iniciar qualquer atividade física, seu médico deverá ser consultado, pois ele solicitará exames que comprovarão que seu corpo está pronto para elas.

O exercício físico é uma atividade realizada com repetições sistemáticas de movimentos orientados, consequentemente nós proporciona o aumento no consumo de oxigênio devido à solicitação muscular, gerando, portanto, trabalho; o exercício representa um subgrupo de atividade física planejada com a finalidade de manter o condicionamento. Pode também ser definido como qualquer atividade muscular que gere força e interrompa a homeostase.(BARROS NETO et al;1999)

            Basicamente, o exercício físico é uma sequência sistematizada de movimentos de diferentes segmentos corporais, executados de forma planejada e com um determinado objetivo a ser atingido.(SILVERTHORN);2003

Por exemplo: um passeio ao ar livre é considerado uma atividade física, enquanto uma caminhada orientada é um exercício físico, já que possui um determinado planejamento, como a intensidade, a duração e o objetivo, que pode ser a queima de gordura, simplesmente o condicionamento, ou manter-se em movimento para evitar o sedentarismo.

A prática de exercícios físicos envolve muito mais que estética, uma vez que são inúmeros os benefícios proporcionados a quem pratica algum tipo de atividade. Médicos e especialistas concordam que o exercício físico constante previne uma série de doenças, principalmente se associados a uma alimentação de qualidade.

 

POR QUE FAZER EXERCÍCIO FÍSICO?

A prática de exercício ajuda a manter a força e elasticidade dos músculos, evita a obesidade e dá uma sensação de bem-estar.

À medida que a idade avança, os movimentos começam a ser mais lentos e o andar menos seguro. Se fizer exercício diariamente, passará a movimentar-se com maior rapidez e segurança. O exercício físico também ajuda a prevenir algumas doenças (principalmente as do coração e dos vasos sanguíneos) e a diminuir a perda de cálcio dos ossos.

 A mobilidade articular, está diretamente relacionada com a amplitude do movimento e a flexibilidade com sua qualidade.

A resistência está ligada á frequência com que o idoso se dedica a ocupações ativas. A redução da mobilidade e da resistência, prejudica o desempenho de muitas atividades do dia a dia.(BARROS NETO et al;1999)

Barros Netoet al ainda afirma que  a força dos membros inferiores é muito importante para a prevenção de quedas. E a força dos músculos abdominais e lombares para a manutenção da estática corporal e no andar, evitando dores crônicas e muita incapacidade.

COMO É FEITA A ESCOLHA DO PROGRAMA DE EXERCÍCIOS FÍSICOS ADEQUADO?

A escolha é feita individualmente, levando-se em conta os seguintes fatores:

Preferência pessoal: o benefício da atividade só é conseguido com a prática regular da mesma, e a continuidade depende do prazer que a pessoa sente em realizá-la. Assim, não adianta indicar uma atividade que a pessoa não se sinta bem praticando.

Aptidão necessária: algumas atividades dependem de habilidades específicas. Para conseguir realizar atividades mais exigentes, a pessoa deve seguir um programa de condicionamento gradual, começando de atividades mais leves.

Risco associado à atividade: alguns tipos de exercícios podem associar-se a alguns tipos de lesão, em determinados indivíduos que já são predispostos.

QUAIS SÃO OS BENEFÍCIOS DOS EXERCÍCIOS FÍSICOS?

A prática regular de exercícios físicos acompanha-se de benefícios que se manifestam sob todos os aspectos do organismo.

Do ponto de vista musculoesquelético, auxilia na melhora da força e do tônus muscular e da flexibilidade, fortalecimento dos ossos e das articulações. No caso de crianças, pode ajudar no desenvolvimento das habilidades psicomotoras. Com relação à saúde física, observamos perda de peso e da porcentagem de gordura corporal, redução da pressão arterial em repouso, melhora do diabetes, diminuição do colesterol total e aumento do HDL-colesterol (o “colesterol bom”).

Todos esses benefícios auxiliam na prevenção e no controle de doenças, sendo importantes para a redução da mortalidade associada a elas. Veja, a pessoa que deixa de ser sedentária e passa a ser um pouco mais ativa diminui o risco de morte por doenças do coração em 40%! Isso mostra que uma pequena mudança nos hábitos de vida é capaz de provocar uma grande melhora na saúde e na qualidade de vida. Já no campo da saúde mental, a prática de exercícios ajuda na regulação das substâncias relacionadas ao sistema nervoso, melhora o fluxo de sangue para o cérebro, ajuda na capacidade de lidar com problemas e com o estresse.

Auxilia também na manutenção da abstinência de drogas e na recuperação da autoestima.

Há redução da ansiedade e do estresse, ajudando no tratamento da depressão.

O exercício físico pode também exercer efeitos no convívio social do indivíduo, tanto no ambiente de trabalho quanto no familiar.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Para finalizar devemos ressaltar que a prática de exercícios físicos devem ser sempre indicada e acompanhada por profissional qualificado, incluindo médicos, fisioterapeutas e profissionais de educação física.

Caso sinta algo diferente é mandatório informar ao responsável. Outro ponto importante, que não deve ser esquecido, é a adoção de uma alimentação saudável, rica em frutas, legumes, verduras e fibras. Prefira o consumo de carnes grelhadas ou preparadas com pouca gordura. Evite o consumo excessivo de doces, comidas congeladas e os famosos lanches de “fast-foods”. E lembre-se: beba muito líquido (de preferência água e sucos naturais).

Os exercícios físicos devem ser bem planejados e bem estruturados, realizados repetitivamente. Eles conferem benefícios aos praticantes e têm seus riscos minimizados através de orientação e controle adequados. Esses exercícios regulares aumentam a longevidade, melhoram o nível de energia, a disposição e a saúde de um modo geral.

Afetam de maneira positiva o desempenho intelectual, o raciocínio, a velocidade de reação, o convívio social.

O que isso quer dizer? Há uma melhora significativa da sua qualidade de vida! O que precisamos ressaltar é o investimento contínuo no futuro, a partir do qual as pessoas devem buscar formas de se tornarem mais ativas no seu dia-a-dia!

REFERÊNCIAS:

  • Barros Neto TL, César MC, Tebexreni AS. Fisiologia do exercício. In: Ghorayeb N, Barros TL, editores. O exercício. Preparação fisiológica, avaliação médica, aspectos especiais e preventivos. São Paulo: Atheneu, 1999;3-13.
  • Silverthorn DU. Fisiologia integrada. Fisiologia humana. Uma abordagem integrada. 2a ed. Barueri (SP): Manole, 2003.
 

10 trabalhos científicos sobre Síndrome Metabólica para ler ou baixar, veja

Ler a matéria

10 trabalhos científicos sobre Natação para ler ou baixar, veja

Ler a matéria

Interessado em trabalhar com Iniciação Esportiva com qualidade? Saiba como;

Ler a matéria