Treinamento com Pesos é indicado para adolescentes!

Escrito por Prof.Esp e MBA Danilo Luiz Fambrini

Literatura encontra resultados positivos quando jovens praticam esse método de treinamento.

Nos dias atuais, apesar da procura de jovens por programas de exercícios físicos, em especial, o treinamento com pesos, ainda existe um tabu que vai desde os pais aos profissionais da saúde mais cautelosos.

Por tal motivo, foi efetuada uma busca por estudos relacionados ao tema e encontramos resultados interessantes acerca do treinamento com pesos para crianças e adolescentes.

            O treinamento com pesos se mostra interessante por ocasionar aumento da força muscular, densidade mineral óssea, reduz risco de lesões osteoarticulares e é uma atividade mais segura que esportes de contato (LAZZOLI,1998).

            O método se mostra eficiente até para as crianças obesas, independente do sexo, onde o treinamento combinado a dieta ocasiona perda de gordura corporal e aumento de força muscular (SCWINGSHANDL et al. (1999).

            Além da composição corporal, em estudo feito por Saccomani et al. (2008), efetuaram uma sessão de treinamento com pesos em adolescentes composta por 60 minutos de atividade em circuito para avaliar a reação de Pressão Arterial Sistólica (PAS), Pressão Arterial Diastólica (PAD), Pressão Arterial Media (PAM) e Frequência Cardíaca (FC). Os autores relataram redução de PAS, PAD, PAM e FC após o treinamento.

            Outro fator comumente citado para argumentar sobre o método de treinamento é de dizerem que prejudica o crescimento dos jovens em etapa maturacional. Campos Neto e Fambrini (2011), estudando os efeitos de 12 semanas de treinamento com pesos sobre indicadores de composição corporal e desempenho motor em adolescentes, analisaram jovens de 12 a 16 anos durante a puberdade e encontraram aumento na massa magra, flexibilidade, força muscular (principalmente membros superiores) e ainda um leve aumento na estatura, sugerindo que a pratica de um protocolo de treinamento supervisionado não limita o crescimento de jovens.

            Portanto, o Treinamento com pesos se mostra adequado para crianças e adolescentes desde que sejam tomados cuidados quanto a volume e intensidade de acordo com Monteiro (1997). Em seu estudo, Faigenbaum et al. (1999) sugere que altas repetições com carga moderada é mais eficiente e seguro para jovens não treinados em comparação a baixas repetições e cargas elevadas. Porém, jovens com experiência em treinamento devem ter um estimulo maior para conseguir novas adaptações, se fazendo necessários ajustes de acordo com a experiência.

           Como sugestão para os profissionais que lidam com adolescentes, evitar exercícios de sobrecarga nos ombros com carga elevada é interessante nessa fase de crescimento.

Referência da imagem: Site Vestindo Saúde.

5 trabalhos científicos sobre Emagrecimento para ler e/ou baixar, veja [2]

Ler a matéria

6 trabalhos científicos sobre Termogênicos naturais para ler e/ou baixar, veja

Ler a matéria

10 trabalhos científicos sobre Treinamento Concorrente para ler ou baixar, veja

Ler a matéria