O que é Distensão Muscular?

Escrito pelo Prof. Esp e MBA Danilo Luiz Fambrini

Em qualquer prática de exercício físico uma das maiores preocupações do praticante é evitar lesões musculares. Dores incomodas que surgem durante ou após algum movimento ou atrito com objetos ou outro praticante (no caso de esporte de contato) são comumente relatados nas salas de academias, centros de treinamento e nos consultórios médicos.

Infelizmente são poucos os esportistas que tem embasamento para saber qual o problema pode estar ocorrendo. Para facilitar essa questão, nossa intenção é destacar o que é estiramento, distensão e contusão muscular com o intuito de auxiliar os praticantes a saberem a origem do seu incomodo.

Hoje o tema será distensão muscular, lesão que não ocorre somente em atletas, mas em qualquer pessoa, participante de atividades esportivas ou não. Tal lesão ocorre quando o tendão ou músculo ligado ao osso sobre uma tensão excessiva que ocasiona o rompimento de algumas das fibras musculares existentes nele (VARELA, 2012).

Segundo o mesmo autor tal lesão pode ser caracterizada como aguda ou crônica.

Distensão aguda: Ocorre por um esforço excessivo em determinada atividade como na prática esportiva.

Distensão crônica: Se dá pelo movimento repetitivo e prolongado utilizando o mesmo grupo muscular. Normalmente ocorre em esportivas competitivos.

Segundo Pinheiro (2015) a distensão pode se dar em três graus:

Grau 1 (Ligeira): Provoca dor e rigidez no local durante movimento e a dor pode durar alguns dias.

Grau 2 (Moderada): Provoca algumas lesões mais graves no local, a dor é mais intensa e pode durar de uma semana á um mês.

Grau 3 (Grave): O músculo sofre danos e ruptura, ocasionando hemorragia interna, inchaço, dor intensa e calor no local. Nesse grau, pode haver perda de parte da função.

Varela (2012), destaca fatores de risco e sintomas relacionados as distensões, onde o risco de sofrer esse tipo de lesão aumenta com a falta de condicionamento físico e a prática inadequada e determinada atividade, realizando exercícios de forma incorreta, iniciar a sequência de exercícios sem um prévio aquecimento, sobrepeso e cansaço elevado.

Os acometidos por tal lesão sentem dor aguda no local, normalmente acompanhada de hematoma e inchaço local, existe dificuldade na movimentação do membro lesionado. Os sintomas se tornam mais acentuados de acordo com o aumento do grau da lesão.

Em caso de sentir esses sintomas, procure um médico especialista para um melhor diagnóstico e direcionamento adequado para o tratamento.

Fique atento, em publicações futuras trataremos sobre estiramento, contraturas e contusão muscular, não perca.

Análise tática – Organização defensiva Manchester City [vídeo]

Ler a matéria

5 trabalhos científicos sobre Psicologia do Esporte para ler e/ou baixar, veja

Ler a matéria