Salto vertical pode prever baixo rendimento antes de treino

Uma das variáveis de monitoramento mais comuns e úteis que os treinadores de equipes esportivas rastreiam é a função neuromuscular devido ao seu forte envolvimento no desempenho esportivo.⠀
⠀ ✔ ESTUDO ⠀
Um estudo procurou determinar se indicadores de potência e dano muscular previam os resultados de treinamento em jogadores de futebol de elite. Trinta jogadores de uma equipe de ponta realizaram um teste de salto vertical e forneceram amostras de sangue para análise de creatina quinase (marcador de dano muscular) durante um período de treinamento. ⠀

Durante todas os treinos, GPS foram usados por todos os jogadores monitorando distância total, distância de sprint, distância em alta velocidade, acelerações, desacelerações, tiros curtos e de velocidade máxima.⠀

✔ RESULTADOS⠀
Os resultados mostraram efeitos significante entre o salto e os marcadores de creatina quinase (valores normalizados). Uma redução na altura do salto resultou em redução também em outras variáveis (distância total em alta velocidade, acelerações, desacelerações, tiros curtos e velocidade máxima em execução) por uma média de -2 a -5,6 %. ⠀

Decréscimos similares nos resultados de treinamento para as mesmas variáveis foram observados com um aumento no dano muscular correspondente a um aumento do escore da creatina quinase. Estes resultados sugerem que a performance do salto vertical antes do treino pode fornecer informações aos treinadores em relação ao potencial de desempenho dos jogadores. (📍doi: 10.1519/JSC.0000000000001997 )⠀
.
.
Post de @treinamentoesportivo
Siga: @cienciatreinamento

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Ciência do Treinamento (@cienciadotreinamento)

Palmeiras tem melhor campanha da história da Libertadores da América

Ler a matéria

[OFERTA RELÂMPAGO] Tenha 65% de desconto nos cursos Presencial, EAD e Online/Ao vivo

Ler a matéria

Fórmula 1: GP Espanha 2022: veja resultado e classificações.

Ler a matéria